top of page
fundo.jpg
  • Foto do escritorReiback Digital

Agente Personal Banker: O que é, o que faz e quanto ganha?





Com a expansão tecnológica trazida com o Open Finance (compartilhamento de dados financeiros entre instituições financeiras) uma profissão entrou em ascensão: o Agente Personal Banker.

E diante tantas opções disponíveis no mercado com a chegada dessa tecnologia, é muito comum encontrar pessoas indecisas sobre como investir seu dinheiro. É aí que este profissional entra.

Veja, a seguir, quais as funções de um Agente Personal Banker, qual sua remuneração, as vantagens de contratá-lo e também como se tornar um. Vem com a gente!


O que é exatamente um personal banker?

Um personal banker é um profissional bancário autônomo, ou seja, sem vínculo empregatício com qualquer instituição financeira, e que é contratado para encontrar a melhor oportunidade de negócio para o seu cliente.

Após a chegada do Open Finance no Brasil e do fortalecimento das fintechs, muitos ex-bancários passaram a oferecer esse tipo de serviço. Produtos como investimentos, financiamentos, seguros, consórcios, soluções de crédito pessoal e empresarial, e outras demandas bancárias geralmente estão no portfólio destes profissionais.


Como o Open Finance impulsionou essa a profissão?

Dissemos antes que, com a chegada da tecnologia Open Finance — que permite o compartilhamento de dados financeiros dos clientes entre as instituições — , a profissão de personal banker passou a se popularizar no Brasil.

Como um dos objetivos do Open Finance é provocar a livre concorrência entre as instituições financeiras, consequentemente os produtos e serviços financeiros se tornaram mais diversificados.

O fortalecimento das fintechs também teve sua mea-culpa: os grandes bancos têm corrido atrás para tentar atingir os públicos atendidos pelas fintechs, e que antes não eram seu alvo.

Com esse aumento da quantidade de produtos e serviços e também de opções de empresas no mercado, tem ficado cada vez mais difícil entender qual a melhor forma de investimento.

É nessa hora que você pode contar com o personal banker, pois ele será uma pessoa capaz de entender as necessidades de cada cliente e indicar qual o melhor caminho a ser seguido.


Quem pode ser personal banker?

Se engana quem pensa que é só fazer um curso para se tornar um personal banker. É preciso ter expertise de mercado e uma vasta experiência para exercer esse ofício.

As plataformas que recrutam esse tipo de profissional têm seus próprios requisitos na hora de contratar. Um deles é ter experiência bancária de, pelo menos, dois anos.

Também é preciso ter uma carteira de clientes e bastante maturidade digital para lidar com produtos e serviços digitais. Afinal, a cada dia que passa mais processos são feitos completamente online.

Por isso, para ser um personal banker, é preciso ter estado imerso no universo bancário ou de outras cooperativas financeiras, como as fintechs, por exemplo.

Além disso, é preciso, também, estar atento e atualizado sobre as constantes mudanças do mercado.

Mas se engana que para poder ofertar melhores ofertas de crédito é necessário ser um personal banker, e eu vou te explicar por que.


Diferenças entre personal banker e consultor financeiro

Lendo até aqui você já deve saber que um personal banker é responsável por ajudar seus clientes a encontrar o melhor negócio, seja ele um seguro, um consórcio, um crédito ou até um investimento.

Ou seja, ele presta um serviço de curadoria por toda sua expertise de mercado, sendo um guia para que pessoas indecisas escolham o caminho mais promissor para a sua realidade, de acordo com o que há disponível no mercado.

E para isso, ele utiliza o Open Finance e outras ferramentas tecnológicas para descobrir qual o melhor produto para os seus clientes.

A essa altura você deve estar se perguntando: “Ok, mas qual a diferença de um personal banker e de um consultor financeiro?”

Os dois tipos de ocupação estão basicamente no mesmo barco. Os personal bankers, por estarem em grandes plataformas, acabam tendo muito mais apoio tecnológico e operacional.

Já os consultores financeiros, sejam autônomos ou empresas do ramo, são mais independentes e possuem uma forma diferente de lidar com seus atendimentos.

Ou seja, os dois profissionais têm o conhecimento que precisam para realizar a indicação de melhores produtos financeiros para a realidade dos seus clientes, o que muda é como eles são chamados e como eles podem ser encontrados no mercado.

Contudo, consultores financeiros, por não dependerem do recrutamento de plataformas, não precisam ser necessariamente ex-banqueiros: podem somente atuar no setor financeiro independente das suas experiências anteriores.


Quanto ganha um personal banker e quais são as vantagens de ser um?

Personal bankers trabalham com remuneração por comissionamento. Mas, através das pesquisas , vimos que um personal banker pode ganhar de R$ 10 a R$ 16 mil por mês, podendo variar para mais ou para menos. Tudo vai depender da dedicação e das oportunidades que aparecem.

Algumas das vantagens de ser um personal banker são:

  • Liberdade para trabalhar com todos os players do mercado e ofertar sempre o produto mais personalizado para cada cliente;

  • Flexibilidade de horário, já que se é um profissional autônomo, sem cargas horárias fechadas de trabalho;

  • Possibilidade de aumentar sua remuneração com o passar do tempo. Afinal, quanto maior sua carteira de clientes, melhores podem ser seus ganhos.

Ou seja, com a autonomia, também deve vir o esforço para alcançar sempre voos maiores, já que, para a receber sua remuneração, é preciso atender aos clientes e suas demandas.


A Reiback Digital possui um Personal Banker?

Não é necessário um personal banker para realizar a contratação de um Crédito Financeiro com a Reiback Digital. Você pode fazer você mesmo, direto no nosso site.

Mas temos sim relação com profissionais desse segmento: eles são nossos parceiros. Ou seja, a Reiback Digital já é um player escolhido e trabalhado por profissionais desse segmento e há diversos deles cadastrados na nossa plataforma.

Isso por que, aqui, os nossos parceiros recebem comissões fixas e competitivas com o mercado, além de outras vantagens como:

  • Uma esteira de crédito muito mais rápida, inclusive para grandes operações

  • Produtos de crédito flexíveis, que se adaptam à vida dos clientes

  • Análise de crédito muito mais rápida através do Open Finance

  • Um analista exclusivo para tocar as operações

Quer saber mais sobre como ser nosso parceiro? Clique no botão e saiba tudo sobre a parceria da Reiback Digital e as vantagens que ela pode te oferecer.



10 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page